fbpx

O que dizer de 2021?

A cada dezembro enfrento o desafio autoimposto de escrever uma carta aos leitores sobre o ano que passou. É uma tarefa prazerosa, mas difícil. Em um ano acontece bastante coisa. E anos como 2021 simplesmente não cabem em algumas linhas. 2021 deixa a marca indelével da morte e do luto causados pela forma genocida como […]

Ler mais

Adeus, Jaider

Por Tadeu Breda, editor   Conheci Jaider Esbell em uma manhã chuvosa na Casa das Rosas, em São Paulo, em algum momento de 2019. Ele estava com um mau humor tremendo. Fui até lá para conversar sobre Makunaimã: o mito através do tempo com parte dos autores do livro — entre os quais, Jaider, que […]

Ler mais

“De bala em prosa”, finalista do Jabuti

Os elefantes estão muito muito muito felizes em ver De bala em prosa: vozes da resistência ao genocídio negro entre os dez finalistas do Prêmio Jabuti na categoria Crônica. Essa é a quarta vez que somos notados pelo júri do pequeno quelônio literário (Corumbiara, caso enterrado, Branco vivo e Raul já figuraram na lista). Não […]

Ler mais

O fim da ilusão progressista

Por Vladimir Safatle Prefácio de O médico e o monstro   O médico e o monstro consegue o feito de expor, com clareza e originalidade, as múltiplas formas do esgotamento da ilusão latino-americana de construir um pacto civilizatório com o capitalismo e seu pretenso progresso. Sua crítica à realidade nacional brasileira parte da lembrança, tacitamente […]

Ler mais

O que faremos de nós depois da pandemia?

Quando o mundo viu-se em pandemia, os intelectuais puseram-se a trabalhar freneticamente. Nunca a filosofia foi tão veloz. Com algum esforço imaginativo, dava para ouvir teclados crepitando sob dedos ansiosos por conferir algum sentido ao imponderável que se apossou da normalidade. A internet inundou-se de análises. Artigos e entrevistas com as mentes mais brilhantes do […]

Ler mais

Não ao imposto do livro, fora Bolsonaro

Por Tadeu Breda   Sobre a nova investida do governo Jair Bolsonaro para taxar os livros em 12%, agora se apoiando em relatório da Receita Federal dizendo que só os ricos leem no Brasil: a questão não é a faixa de renda dos leitores, claro que não. Há gente que lê e gente que não […]

Ler mais

Contra o imperialismo cotidiano, o modo de vida solidário

Livro essencial para entender a conexão entre a vida cotidiana e os movimentos da política e da economia mundiais, Modo de vida imperial explica como algumas nações “emergentes” passaram a rivalizar com os países “desenvolvidos”, reproduzindo, no próprio território e alhures, a exploração da qual anteriormente eram apenas objeto, e formando um novo arranjo que […]

Ler mais

O começo da barbárie bolsonarista, em HQ

Em Um grande acordo nacional, o jornalista em quadrinhos Robson Vilalba mistura uma tentativa de entrevistar Dilma Rousseff em Curitiba às vésperas do impeachment, a busca pessoal por entender as razões que levaram à destituição da primeira presidenta do Brasil e a reconstituição dos episódios mais relevantes da trama golpista que deixou a população atenta […]

Ler mais

As entranhas do agronegócio

Formação política do agronegócio é um livro que devia ter sido publicado há muito tempo. O esforço de Caio Pompeia, um antropólogo que estuda as elites brasileiras, sintetiza um percurso de setenta anos: da teorização do conceito de agribusiness, na década de 1950, aos primeiros anos do governo Bolsonaro. O termo nasceu na Escola de […]

Ler mais

Você vai entrar na minha live: Mário Makunaimã

Por Pedro Meira Monteiro Publicado na Revista Pessoa   Makunaimã, o mito através do tempo é uma obra em grande medida performática. Peça de teatro, funciona também como uma vivissecção dos tempos contemporâneos, que são vistos através da polêmica sobre Macunaíma. Que voz é a de Macunaíma? Existe ou não apropriação cultural no gesto de […]

Ler mais