fbpx

Não ao imposto do livro, fora Bolsonaro

Por Tadeu Breda   Sobre a nova investida do governo Jair Bolsonaro para taxar os livros em 12%, agora se apoiando em relatório da Receita Federal dizendo que só os ricos leem no Brasil: a questão não é a faixa de renda dos leitores, claro que não. Há gente que lê e gente que não […]

Ler mais

Bolsonaro genocida

O título deste livro poderia ser Me chame pelo meu nome, mas o momento é gravíssimo: com 222.798 focos de queimadas em 2020, milhões de hectares de mata nativa incinerados, povos indígenas ameaçados de Norte a Sul e 295 mil brasileiros mortos por covid-19 (e contando…), as coisas precisam ser ditas com muita clareza, para não […]

Ler mais

Contra o imperialismo cotidiano, o modo de vida solidário

Livro essencial para entender a conexão entre a vida cotidiana e os movimentos da política e da economia mundiais, Modo de vida imperial explica como algumas nações “emergentes” passaram a rivalizar com os países “desenvolvidos”, reproduzindo, no próprio território e alhures, a exploração da qual anteriormente eram apenas objeto, e formando um novo arranjo que […]

Ler mais

O começo da barbárie bolsonarista, em HQ

Em Um grande acordo nacional, o jornalista em quadrinhos Robson Vilalba mistura uma tentativa de entrevistar Dilma Rousseff em Curitiba às vésperas do impeachment, a busca pessoal por entender as razões que levaram à destituição da primeira presidenta do Brasil e a reconstituição dos episódios mais relevantes da trama golpista que deixou a população atenta […]

Ler mais

As entranhas do agronegócio

Formação política do agronegócio é um livro que devia ter sido publicado há muito tempo. O esforço de Caio Pompeia, um antropólogo que estuda as elites brasileiras, sintetiza um percurso de setenta anos: da teorização do conceito de agribusiness, na década de 1950, aos primeiros anos do governo Bolsonaro. O termo nasceu na Escola de […]

Ler mais

Você vai entrar na minha live: Mário Makunaimã

Por Pedro Meira Monteiro Publicado na Revista Pessoa   Makunaimã, o mito através do tempo é uma obra em grande medida performática. Peça de teatro, funciona também como uma vivissecção dos tempos contemporâneos, que são vistos através da polêmica sobre Macunaíma. Que voz é a de Macunaíma? Existe ou não apropriação cultural no gesto de […]

Ler mais

O agro, de onde vem?

Ruralista é tudo igual. Só que não. Em Formação política do agronegócio, o antropólogo Caio Pompeia rende uma contribuição inestimável ao debate público sobre o setor que dá as cartas na política e nas leis brasileiras. O lançamento da Elefante em parceria com O Joio e O Trigo dá nomes nos bois. À diferença do senso comum que considera […]

Ler mais

2020, flores no asfalto

Ufa, que ano! 2020 superou as piores expectativas, né? É verdade que o Brasil já vinha numa toada desgracenta desde que o caldo das Jornadas de Junho entornou, em 2013. Quanta decepção. Daí o pessoal começou a dar apelidos engraçadinhos (ou desesperadinhos) para cada ano que se sucedia no calendário: depois de dois mil e […]

Ler mais

Essa velha arte de governar

Por Breno Castro Alves Newsletter da Elefante   O neoliberalismo ainda engatinhava quando mestre Foucault o descreveu em 1979, em seu curso Nascimento da biopolítica, ministrado no Collège de France. Antes de Margaret Thatcher, no Reino Unido, e Ronald Reagan, nos Estados Unidos, aplicarem suas políticas neoliberais, lá estava o filósofo descascando esse modo de […]

Ler mais

A dupla natureza do neoliberalismo

Por Nuno Figueirôa Publicado em Suplemento Pernambuco   Se o neoliberalismo é uma nova ordem mundial que elabora, a partir de discursos e formas burocráticas de operação, as balizas das políticas da vida e da morte de nosso tempo – e se a distribuição das possibilidades de viver e morrer são continuamente atualizadas em favor de […]

Ler mais