fbpx

Mariléa de Almeida

nasceu em 1973, na cidade de Vassouras (RJ). Doutora em História pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), sua tese recebeu, em 2020, menção honrosa no Prêmio de Teses Ecléa Bosi, promovido pela Associação Brasileira de História Oral. Em 2015, realizou doutorado sanduíche na Universidade Columbia, em Nova York, sobre os feminismos negros estadunidenses (1980-1990). Escritora das encruzilhadas, seus textos mesclam história, literatura, filosofia e psicanálise.

É autor(a) em:

 

Postagens relacionadas:

Antirracismo, afeto e política nas práticas de mulheres quilombolas

Texto de orelha de Devir quilomba: antirracismo, afeto e política nas práticas de mulheres quilombolas, por José Maurício Arruti Ilustração […]

Ler mais