fbpx

Lançamento de Pluriverso, com Alberto Acosta e Moema Miranda

Em 30 de março, tivemos o lançamento virtual de Pluriverso: dicionário do pós-desenvolvimento, uma conversa entre Alberto Acosta, político e economista, um dos organizadores do livro, e a socióloga brasileira Moema Miranda, do Coletivo 660, da Ação Educativa. Com a participação gravada Ashish Kothari e interpretação em Libras.       O apoio desta publicação […]

Ler mais

O Chile reconhece os Direitos da Natureza

Por Alberto Acosta Publicado no Latinoamérica21 Após uma longa disputa, a Convenção Constituinte do Chile aprovou os Direitos da Natureza. O artigo 9 reconhece que “os indivíduos e os povos são interdependentes com a Natureza e formam um todo inseparável. E mais especificamente afirma que “a natureza tem direitos e que o Estado e a […]

Ler mais

Sem direitos da natureza, a liberdade é uma ilusão

Por Alberto Acosta Publicado no Rebelión   “A plena incorporação da natureza como sujeito ao Direito se realizará, sem dúvida, apenas gradualmente; por enquanto, basta estabelecê-la como uma meta que indicará a direção que devemos seguir.” – Godofredo Stutzin (1984), ecologista chileno [1917-2010]   Os primeiros textos propostos sobre os Direitos da Natureza na Convenção Constitucional […]

Ler mais

78º título da Elefante: “Pluriverso”, de Ashish Khotari, Ariel Salleh, Arturo Escobar, Federico Demaria e Alberto Acosta

A versão brasileira de Pluriverso: um dicionário do pós-desenvolvimento começou a ser tramada no começo de 2019, no centro de São Paulo, durante uma conversa com Alberto Acosta. Na época, a edição original do livro, em inglês, estava recebendo os últimos retoques para ser lançada: apareceu pela primeira vez na Índia, algumas semanas depois. Desde então, […]

Ler mais

Desenvolvimento para o 1%

Artigo de Vandana Shiva publicado em Pluriverso: dicionário do pós-desenvolvimento   Precisamos ir além do discurso do “desenvolvimento” e do produto interno bruto (PIB), moldados pelo pensamento patriarcal capitalista, e reivindicar nossa verdadeira humanidade como membros da Família da Terra. Como Ronnie Lessem e Alexander Schieffer escreveram: “Se os pais da teoria capitalista tivessem escolhido […]

Ler mais

Por um mundo ecologicamente sábio e socialmente justo

Por Ashish Kothari, Ariel Salleh, Arturo Escobar, Federico Demaria e Alberto Acosta Prefácio de Pluriverso: dicionário do pós-desenvolvimento     Pluriverso: um dicionário do pós-desenvolvimento convida os leitores a mergulhar em uma profunda experiência de descolonização intelectual, emocional, ética e espiritual. Nossa convicção comum é de que a ideia de “desenvolvimento como progresso” precisa ser […]

Ler mais

Elefante 10 anos: Live #7 com Alberto Acosta e Maristella Svampa

Em 5 de maio de 2021, a Elefante completou 10 anos de existência. E mesmo em meio a uma pandemia violenta, um governo genocida, uma agenda de publicações excitante e exaustiva (vem aí!), conseguimos bolar uma pequena grande forma de comemoração à distância, como é possível nesse momento, para marcar a data tão importante. Continuamos […]

Ler mais

Ulrich Brand: ‘Dentro do capitalismo a crise ambiental não será resolvida’

Por Silvina Friera  Publicado em Página 12   A vulnerabilidade da natureza não é um problema global abstrato. Mais de 100 pessoas morreram e pelo menos 1.000 estão desaparecidas como resultado das enchentes na Alemanha e na Bélgica. Recorde de altas temperaturas no Canadá (50 graus) e nos Estados Unidos mataram centenas de pessoas. Até […]

Ler mais

Livros demonstram a inviabilidade de projetos extrativistas

Os livros da Coleção Alternativas demonstram a inviabilidade de projetos extrativistas. Movidos pela ideologia do progresso — uma das maiores falácias do século XX —, os projetos de mineração, petróleo, hidrelétricas e agronegócio concentram renda e empobrecem comunidades inteiras enquanto destroem a natureza em nome de um “desenvolvimento” que nunca chega nem jamais chegará. Esses […]

Ler mais

As Amazônias que vão e as que chegam

No final do caminho dirão: — E tu, viveste? Amaste? E eu, sem dizer nada, Abrirei o coração cheio de nomes. Dom Pedro Casaldáliga   Então seu caminho chegou ao fim. Pedro abriu o coração cheio de nomes no triste 8 de agosto último. Sabemos, foi recebido por seus pais e toda a luz em que acreditava. O […]

Ler mais