fbpx

A Amazônia é chave para compreender a permanência das lógicas arcaicas no Brasil

Por Antonio Martins, na orelha de Infraestrutura para o desenvolvimento sustentável da Amazônia   Nenhum país tem melhores condições que o Brasil de oferecer ao mundo “soluções biológicas para mitigar os efeitos da crise climática”. Trecho de uma mensagem enviada por João Moreira Salles a Ricardo Abramovay, durante o processo de escritura de Infraestrutura para o […]

Ler mais

Lançamento de Devir quilomba“, com Mariléa de Almeida, Laura Maria dos Santos, Marilda de Souza Francisco e José Maurício Arruti

Em 24 de abril de 2022, lançamos Devir quilomba: antirracismo, afeto e política nas práticas de mulheres quilombolas em conversa emocionante entre a autora Mariléa de Almeida, a educadora Laura Maria dos Santos, do Quilombo Campinho da Independência (RJ), Marilda de Souza Francisco, liderança do Quilombo Santa Rita do Bracuí (RJ), e José Maurício Arruti, […]

Ler mais

Tudo o que você queria saber sobre o jornalismo da Pública

Por Marina Amaral Publicado em Agência Pública   No final de 2010, o Wikileaks sacudiu o mundo com o lançamento do Cablegate, o vazamento de milhares de telegramas trocados entre os Estados Unidos e suas embaixadas ao redor do globo que desnudou a diplomacia internacional, revelando os verdadeiros interesses do governo americano e de outros […]

Ler mais

Lançamento de Pluriverso, com Alberto Acosta e Moema Miranda

Em 30 de março, tivemos o lançamento virtual de Pluriverso: dicionário do pós-desenvolvimento, uma conversa entre Alberto Acosta, político e economista, um dos organizadores do livro, e a socióloga brasileira Moema Miranda, do Coletivo 660, da Ação Educativa. Com a participação gravada Ashish Kothari e interpretação em Libras.       O apoio desta publicação […]

Ler mais

Em meio a tanta destruição, outro mundo vem despontando

Por Silvia Federici Publicado na Introdução de Reencantando o mundo Imagem: Harvesting Corn, de Elizabeth Downer Riker   Publicar um livro dedicado à política dos comuns pode parecer um sinal de ingenuidade, uma vez que estamos cercados de guerras, crises econômicas e ecológicas que devastam regiões inteiras, e de organizações supremacistas brancas, neonazistas e paramilitares […]

Ler mais

88º título da Elefante: Crítica do espetáculo, de Gabriel Zacarias

O 88º título da Elefante é um estudo aprofundado sobre a obra de Guy Debord, o teórico que, em 1967, às vésperas do Maio francês, cunhou o termo “sociedade do espetáculo”. Apesar de ter sido concebido há 55 anos, o conceito continua vigente — e não perdeu a radicalidade. É o que defende o autor, […]

Ler mais

Sobre os futuros do passado e o presente sem futuro

Por Andrés Kozel e Fabricio Pereira dos Santos Publicado em Estudo preliminar, introdução de Os futuros de Darcy Ribeiro   Darcy Ribeiro se interessou bastante por futurizar. E o fez em registros e em momentos distintos, deixando seus exercícios de futurização  articulados a predicações não necessariamente homogêneas ou somáveis entre si. O estudo sistemático dessa […]

Ler mais

Uma década de reportagens: histórias da Agência Pública

Em 2011, enquanto o Brasil, o mundo e o jornalismo passavam por grandes transformações, a Agência Pública foi criada. A proposta inovadora de ser uma agência de jornalismo investigativo sem fins lucrativos prosperou. Para marcar sua primeira década, a Pública lança um livro com reflexões sobre dez anos de reportagens investigativas: Furos, mentiras e segredos revelados: […]

Ler mais

Lançamento de A que custo?, de Nicholas Freudenberg, com Paula Johns e Ladislau Dowbor

Lançamento de A que custo? o capitalismo (moderno) e o futuro da saúde promovido pela ACT Promoção da Saúde e O Joio e o Trigo, com o autor Nicholas Freudenberg, Paula Johns e Ladislau Dowbor. “As corporações são personagens centrais nessa história”, avisa Nicholas Freudenberg, autor de A que custo?, que se pergunta por que […]

Ler mais

Prefácio de A que custo?, de Nicholas Freudenberg, por Ladislau Dowbor

Por Ladislau Dowbor Prefácio de A que custo?   O capitalismo se tornou em grande parte disfuncional. Está com o crescimento estagnado, centrado mais nas movimentações financeiras do que na produção, gerando uma desigualdade explosiva, drenando os recursos naturais de maneira destrutiva, impotente em se reorganizar diante do aquecimento global, incapaz até hoje de se […]

Ler mais