fbpx

Por que você voltava todo verão? rompe o silêncio da violência contra a mulher

Por Cynthia Serna Box Publicado no El Independiente   “Por nove anos, mantive silêncio sobre o que aconteceu comigo, até que outra garota relatou. Em 2009, eu tinha 16 anos e o único ator adulto que viajava no grupo tinha 45. Uma noite, ele beijou meu pescoço, me tocou e estendeu a mão para que […]

Ler mais

Para abrir o coração

Por Renato Noguera Publicado na Quatro Cinco Um   Vale a pena insistir na tática de fazer uma resenha começando pela apresentação da autora? Quando se trata de bell hooks, nunca é demais dizer algo a seu respeito. Nascida em 1952 em Hopkinsville, uma pequena cidade do Kentucky, nos Estados Unidos, ela foi registrada como […]

Ler mais

Jovem transforma em livro o abuso que sofreu na adolescência

Por Natalia Pianzola Publicado na BBC Mundo   Cada vez que cometia um abuso sexual contra ela, seu tio policial deixava a arma por perto – sobre um armário ou um criado mudo. Isso aconteceu durante três anos, quando Belén López Peiró tinha entre treze e dezessete. Um dia, aos 22, a jovem argentina conseguiu superar […]

Ler mais

A construção de uma ética amorosa

Por Nana Oliveira Publicado no Medium    “o amor é o que o amor faz […] sem justiça, não pode haver amor”   No primeiro de uma série de três livros que nos apresenta bell, o amor é generosamente posto à mesa. Generosidade é uma palavra que descreve bem bell hooks, pseudônimo adotado por Gloria […]

Ler mais

Crítica à subjetividade capitalista: autoestima, espiritualidade e amor em bell hooks

Por Mariléa de Almeida Publicado no Medium   Autoestima, espiritualidade e amor são dimensões importantes na vida cotidiana das pessoas, mas geralmente são tratadas nas análises acadêmicas e no senso comum por meio de certos estigmas e preconceitos. A autoestima, por exemplo, é associada normalmente aos livros de autoajuda, que oferecem fórmulas mágicas para que […]

Ler mais

O amor e sua ética, segundo bell hooks

Por Silvane Silva Publicado no Outras Palavras   Escrever este prefácio em meio à pandemia de covid-19, vivendo em isolamento social meses, foi um exercício ao mesmo tempo doloroso e libertador. Em certa altura de Tudo sobre o amor, bell hooks diz que, se não pudéssemos fazer mais nada, se por algum motivo a leitura fosse a […]

Ler mais